Pesquisar este blog

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Silêncio...



“Silêncio; ás vezes é difícil compreende-lo dentro de mim, mas confesso que preciso te encontrar mais vezes, pois você é o único que consegue me acalmar quando os incessantes gritos na minha alma ferem minha própria carne. E também de alguma forma eu sei que esse é o momento onde o Senhor mais se revela a mim."